Estamos vivendo em uma época desafiadora. O mundo V.U.C.A. que significa volatilidade (volatility), incerteza (uncertainty), complexidade (complexity) e ambiguidade (ambiguity) nos convida a sair da zona de conforto a todo momento.

Se você começar a se comparar com outras pessoas de acordo com o que vê nas mídias sociais corre sério risco de viver ansioso, reclamando da sua situação e sem perceber o quanto é privilegiado.

É preciso entender que a zona de conforto é diferente da zona de conformismo. O que é sucesso para você, só você sabe. Você não precisa ter o que a outra pessoa tem, aliás, você só vê nas mídias um lado da vida. Dificilmente alguém coloca as dificuldades que enfrenta no dia a dia.

Vemos o palco, mas não sabemos o que ocorre nos bastidores.

Se você está confortável com a vida que possui, por que mudaria?

Você não precisa sair da zona de conforto que demorou para conquistar. Se você está feliz onde está, então seja grato e aproveite. Tenha consciência de que somos duais e é normal sentir-se desconfortável de vez em quando.

É preciso tomar cuidado com a necessidade imposta pela mídia de que precisamos estar sempre felizes e satisfeitos.

Quando se sentir desconfortável, triste, desanimado busque entender o que sente, questionar o que está pensando e se realmente vale a pena fazer o que faz. Nesses momentos você pode identificar se, na verdade, está vivendo na zona de conformismo, dominado por algum medo que te impede de agir.

Evite o conformismo: atitude ou tendência de se aceitar uma situação incômoda ou desfavorável sem questionamento nem luta; resignação, passividade.

Se você identificar que não está na sua zona de conforto e sim na zona de conformismo, dominado por medos que estão te impedindo de fazer algo que gostaria de fazer, aí sim, vale a pena enfrentar seus medos e passar para a zona de aprendizagem.

Na zona de aprendizagem, você vai agir com coragem e responsabilidade, enfrentar seus medos, aprender com seus erros e entrar na zona de crescimento.

Quando você está definindo metas e agindo na direção de um sonho, você sabe que está lutando a luta que vale a pena lutar. Esse sonho pode ser algum projeto engavetado pelo medo ou pelos momentos da vida que agora não fazem mais sentido.

A zona de crescimento te faz ver que você é mais capaz do que imaginava.O desafio a altura da sua capacidade é uma das maiores fontes de prazer. Você percebe que vencer obstáculos é prazeroso e enriquecedor. Você se torna cada vez melhor.

A zona de conforto ideal é aquela em que você é grato por cada momento que vive. A reclamação é rara ou nem existe porque você sabe que está onde deveria estar e fazendo o que deveria fazer. Sabe que tudo pode ser usado como aprendizado.

Na zona de conforto ideal, você não encolhe, você cresce como pessoa enfrentando desafios na medida da sua capacidade.

Se você sente que está na zona do conformismo e quer buscar a sua real zona de conforto, busque parcerias que te incentivem nesta caminhada.

Não perca tempo reclamando.

Se é o futuro que te preocupa, pode estar com medo de perder o que possui hoje. Pode ser que você já sinta que precisa fazer algo mais para manter a sua zona de conforto atual.

Se estiver com medo de agir experimente essas dicas:

1) Identifique o medo (segue abaixo alguns mapeados conforme o perfil comportamental):

EXECUTOR – Medo de perder a posição

• Medo do fracasso;

• Medo de reconhecer que errou;

• Medo de perder a autonomia.

COMUNICADOR – Medo de ficar sozinho

• Medo de ser rejeitado;

• Medo de perder a qualidade de vida, deixando de fazer o que lhe dá prazer.

PLANEJADOR- Medo da mudança

• Medo da opinião dos outros;

• Medo de se machucar nos relacionamentos;

• Medo de perder o controle.

ANALISTA Medo de não ter avaliado todas as possibilidades

• Medo de confrontos;

• Medo do ridículo;

• Medo de não fazer com perfeição.

Saiba mais sobre os perfis comportamentais clicando aqui

Existe ainda o medo da pobreza, medo da morte, medo da velhice, da doença e outros. Existe algum medo te impedindo de realizar algo?

2) Entenda a origem deste medo, qual a necessidade está por traz?

Use o medo como aliado construindo uma planilha de riscos. Experimente para cada medo colocar uma estratégia para que ele não aconteça.

3)Questione se ainda faz sentido se preocupar com isso. Alguns medos trazemos de nossos pais, da nossa infância, de experiências anteriores em que não tínhamos a capacidade que temos hoje.

Aumente seu autoconhecimento, descubra seus pontos fortes e pontos de melhoria. Questione suas crenças e permita-se ir além.

4)Monte uma estratégia, crie uma planilha de riscos, domine o diálogo interno e faça o que for possível para diminuir o impacto em seu projeto.

Experimente observar seus pensamentos e fazer uso correto da sua imaginação. Para saber mais sobre isso, veja o vídeo:

5) Eleve sua espiritualidade, busque aumentar a sua fé na lei da semeadura ou naquilo que pode te fortalecer, assim você irá recarregar a bateria do seu cérebro como disse Napoleon Hill.

 

 

6) Meça sua capacidade para enfrentar o desafio. Não agir gera angústia que só é curada com uma decisão. Aumente sua capacidade e aja com prudência e coragem.

Experimente assistir essa aula para ajudar nisto.

 

7)Perdoe-se e aprenda com seus erros durante a trajetória.

 

 

8)Conheça pessoas que superaram medos e faça parcerias com quem pode contribuir com seu crescimento.

“A lagarta disse que ia voar, só as borboletas acreditaram e falaram que era possível.”

Conte comigo.

Para saber mais sobre a análise de perfil comportamental que faço, veja esse artigo: Porque a análise do seu perfil comportamental pode aumentar o seu poder pessoal.

Se quiser ampliar o seu autoconhecimento e descobrir mais sobre o potencial que existe em sua mente e como exercer seu ikigai (propósito de vida) , esse texto pode te ajudar: 6 Dicas para planejar e realizar o seu projeto de vida ideal.

Leia também 10 dicas para aumentar a sua autoconfiança.

Experimente também saber mais sobre o que falo neste artigo:

Use a linguagem do amor correta para aumentar sua força de conseguir cooperação

Dicas práticas da comunicação não violenta para diminuir conflitos na equipe e na família

Receba um ebook gratuito nesse link => COMO VENCER O MEDO E REALIZAR SEU PROJETO DE VIDA NO SÉCULO XXI

EU acredito no potencial ilimitado da mente humana e na força que existe na união entre pessoas para ultrapassarem obstáculos e encontrarem soluções. Estou acompanhando o impacto das mudanças rápidas que a quarta revolução industrial tem trazido para o ser humano. Coloco a minha experiência de vida para ajudar aqueles que me procuram a enxergarem como podem aproveitar as oportunidades que estão surgindo construindo um projeto de vida para os próximos anos.

 Clique aqui e conecte-se comigo em outras mídias

Sandra Carnevali

#juntossomosmaisfortes

WhatsApp Chat
Enviar